Banner
Para Yuri Gagarin, Brasília era um planeta diferente E-mail
Escrito por Bruno Hoffmann   

O cosmonauta foi embora com uma boa imagem do País.

Em abril de 1961, o cosmonauta soviético Yuri Gagarin deu uma notícia ao mundo: “A Terra é azul”. Era o primeiro homem a viajar pelo espaço.

Na volta, a celebridade planetária visitou diversos países para promover a tecnologia espacial soviética. O Brasil também estava no roteiro. Por aqui recebeu diversas homenagens. Visitou até o recém-nascido Yuri Gagarin da Silva.

Em 3 de agosto de 1961, foi recebido por Jânio Quadros. O presidente o condecorou com a Ordem do Cruzeiro do Sul, a mais alta honraria nacional. No encontro, o cosmonauta entregou uma mensagem do líder soviético Nikita Kruchev – uma tentativa de reaproximação diplomática entre os países. Alas conservadoras não gostaram nada do flerte com os comunistas. Mal sabiam que, duas semanas depois, o condecorado seria Che Guevara.

Gagarin foi embora com uma boa imagem do País, principalmente da arquitetura arrojada de Brasília. Ao pisar na capital, comentou: “A impressão que tenho é a de estar chegando num planeta diferente”.


SAIBA MAIS Desafio Inacabado: A política externa de Jânio Quadros, de Carlos Alberto Leite Barbosa (Atheneu, 2007).
gagarin
 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.